PROGRAMA NACIONAL DE VIGILÂNCIA DA BANDEIRA AZUL

A Bandeira Azul é atribuída mediante avaliação (do Júri Nacional e do Júri Internacional) das candidaturas efetuadas pelas entidades promotoras e, fruto da necessidade de garantir o rigoroso cumprimento dos critérios ao longo da época balnear, foi criado o Programa Nacional de Vigilância Bandeira Azul (PNVBA), apoiado pela Fundação Vodafone.

No âmbito deste programa, os coordenadores regionais e/ou os jovens vigilantes visitam todas as praias galardoadas, uma vez por semana, durante os meses de julho e agosto. Acompanhados de uma check list, reportam
todas as situações que necessitam de intervenção, por forma a garantir que as praias não perdem a excelência atestada pelo galardão Bandeira Azul.

O PNVBA é apoiado pela Fundação Vodafone desde 2005, no âmbito do “Projeto Praia Saudável”. Este programa resulta de uma parceria entre a Marinha Portuguesa, o Instituto da Água, o Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade, o Instituto Nacional para a Reabilitação e a Associação Bandeira Azul da Europa e tem como objetivo “ contribuir para o aumento da segurança e qualidade do ambiente nas praias, assim como da acessibilidade a pessoas com mobilidade condicionada e da sensibilização de todos os frequentadores das zonas balneares para estas questões”. Nas praias onde o apoio da Fundação Vodafone passa também pela cedência de materiais como motos de salvamento marítimo, macas flutuantes, torres de vigia, passadeiras especiais para acesso em cadeira de rodas ou cadeiras de rodas anfíbias, os coordenadores do PNVBA verificam se estes equipamentos estão na praia e em bom estado de conservação.

 

Login de Coordenadores PNVBA Aqui   Relatórios do Programa

PRINCIPAIS OBJECTIVOS DO PROGRAMA
  • Fomentar a recolha de informação, de modo a contribuir para uma melhor gestão das zonas balneares;
  • Promover a caracterização das zonas balneares galardoadas;
  • Estimular o contacto directo dos jovens com a natureza e melhorar o conhecimento da realidade onde se inserem;
  • Promover de modo saudável a ocupação dos tempos livres dos jovens com actividades de interesse colectivo;
  • Contribuir para a formação de cidadãos participativos;
  • Sensibilizar o utilizador para a necessidade da preservação das zonas balneares e envolventes.
Entidades Envolvidas

A ABAE é a entidade responsável pela coordenação e organização do PNVBA, ou seja, define a metodologia de execução do Programa, selecciona e forma os coordenadores regionais (que podem contar com o apoio de  jovens voluntários), define materiais/equipamento inerentes ao desenvolvimento do programa, faz a articulação entre as entidades envolvidas e trata/apresenta os resultados finais. 

O PNVBA desenvolve-se por fases:

1ª Fase – Definição dos coordenadores, calendário e metodologias

A preparação do PNVBA implica um conjunto de etapas das quais depende o sucesso do mesmo. Na primeira, definem-se os coordenadores regionais e estabelece-se contacto com o promotor de cada praia galardoada. Nesta fase são atualizadas as metodologias do programa e das atividades associadas. Esta fase prolonga-se até ao final de junho.

2ª Fase – Formação dos coordenadores regionais

Na ação de formação dos coordenadores regionais é apresentado o tema do ano, a metodologia a utilizar bem como as alterações da plataforma. Neste encontro são sugeridas atividades a desenvolver durante a época balnear e é distribuído o material de apoio.

É um dos momentos em que os coordenadores podem esclarecer questões e trocar experiências.

Esta ação de formação decorre entre maio e junho.

 3ª Fase – Formação dos Jovens Vigilantes

Após receberem formação, durante o mês de junho, os coordenadores regionais transmitem-na os jovens vigilantes que os vão ajudar. Os jovens voluntários recebem formação específica sobre o PNVBA e as suas funções, além de formação na área da sensibilização e educação ambiental e sustentabilidade.

4ª Fase – Implementação do PNVBA

Em julho e agosto, coordenares regionais e jovens vigilantes visitam, todas as semanas, as praias e marinas galardoadas com Bandeira Azul, para poder registar as ocorrências na plataforma PNVBA.

Além das visitas de controlo, coordenadores e jovens participam em atividades de sensibilização organizadas pelo programa ou pela entidade promotora, com o objetivo de contribuir para a educação ambiental dos banhistas.

5ª Fase – Conclusões e Resultados

Quando termina a época balnear, considerando o relatório final dos coordenadores e os dados recolhidos no desenrolar do PNVBA, é elaborado um relatório final. Neste relatório são apresentados os dados de cumprimento ou incumprimento das praias e marinas, para que as entidades promotoras possam melhorar.

Durante esta fase é também avaliado o funcionamento do PNVBA, dos coordenadores regionais e dos jovens vigilantes para que seja possível otimizar as questões necessárias.


Vigilância Azul1

Dezembro 22, 2014

Vigilância Azul2

Dezembro 22, 2014

Vigilância Azul3

Dezembro 22, 2014

Vigilância Azul4

Dezembro 22, 2014

Relatórios